Início | Sobrenomes | Fotos | Livros | Outras Famílias
Fale Comigo   
Famílias
Sertanejas
Localização de pessoas 
   
  Memória: Nenhum nome memorizado. Quinta-Feira, 2-4-2020  

Manoel Pereira da Silva e Sá

Gráfico dos Ancestrais | Gráfico 5 gerações | Ancestrais | Descendentes | Memorizar | Parentesco | Corrigir
Nome:  Manoel Pereira da Silva e Sá (#13395)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Pai:  Francisco Pereira da Silva
Mãe:  Ana Mariano de Sá
Notas:  (Manoel da Passagem do Meio).

Filhos com
Nome:  Úrsula Alves de Barros (#13391)
Nascimento:  em: 
Falecimento:  1877 em: 
Idade: 
Pai:  Francisco Alves da Fonseca
Mãe:  Ana Maria das Virgens
Notas:  (ou Úrsula Benigna das Virgens).

1ª Filha:  Ana Benigna das Virgens (#13403)
Nascimento:  em: 
Idade: 

2ª Filha:  Benvenuta Pereira Nogueira (#13404)
Nascimento:  em: 
Idade: 

3ª Filha:  Águeda Pereira da Silva (#13401)
Nascimento:  em: 
Idade: 

4º Filho:  Francisco Pereira da Silva Neto (#6145)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (Francisco da Ipoeira).

5º Filho:  José Pereira da Silva e Sá (#13399)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  Conhecido como Zuza da Canafístula. Tomou Pedro da Luz, da fazenda Barrinha, na Serra do Umã, como padrinho de um de seus filho. Em homenagem ao padrinho, seu filho passou a se assinar com o seu nome, vindo daí os Pereiras da Luz. Foi o 5° prefeito de Serra Talhada - 1904/1907.

6ª Filha:  Tereza Maria das Virgens (#13405)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (ou Tereza Pereira da Silva).

7º Filho:  Luiz Pereira da Silva e Sá (#13407)
Nascimento:  1864 em: 
Idade: 
Notas:  Dono da Fazenda Casa Velha.

8ª Filha:  Maria Emília Valões (#13408)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (Dona).

9ª Filha:  Luzia Pereira da Silva (#13402)
Nascimento:  em: 
Idade: 

10º Filho:  Praxedes Pereira da Silva e Sá (#13400)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  Dono da Fazenda Taboleiro.

11º Filho:  Ezequiel Pereira da Silva (#13406)
Nascimento:  1872 em: 
Idade: 
Notas:  Da Fazenda Preces.

12ª Filha:  Constância Pereira da Silva (#17722)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  Solteira.

Filhos com
Nome:  Constância Pereira da Silva (#13409)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Pai:  Aureliano Pereira Valões
Mãe:  Maria José Pereira da Silva

13º Filho:  Manoel Pereira da Silva Filho (#13410)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (Né Pereira ou Né Dadu). Após o assassinato do tio, Padre Pereira, ele tomou pra si o intuito de realizar as vinganças contra a família Carvalho. Nisso, formou um bando de cangaceiros que ocasionalmente atacavam as fazendas Umburana, Piranhas e Varzea do Ú. Por ser protegido pelo seu padrinho, coronel Antônio Pereira, Né Pereira sofreu dura perseguição da polícia pernambucana que mandou para a região diversos oficias para apaziguar a famosa questão nordestina. Em 16 de outubro de 1916, na Fazenda Serrinha, em Serra Talhada (PE), Né Pereira foi assassinado a traição enquanto dormia por um de seus cabras, de nome Zé Grande (Palmeira). Movido por vingança, seu irmão mais novo, Sebastião Pereira e Silva (Sinhô Pereira), acompanhado do primo Luiz Padre, formaram um bando de cangaceiros que durante 5 anos (1917/1922) reinaram no cangaço nordestino até que foram embora do Nordeste. (Fonte: Vila Bela, os Pereiras e Outras Histórias, pag. 307, Luis Wilson).

14º Filho:  João Pereira da Silva (#13411)
Nascimento:  em: 
Idade: 

15º Filho:  José Pereira da Silva (#17814)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (Zé Menino).

16º Filho:  Joaquim Aureliano Pereira da Silva (#13413)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (Quincas). Foi para Minas Gerais morar com o irmão Sinhô Pereira, adotou o sobrenome Araújo e fez parte da família Maranhão. Logo que chegou em Minas, separou-se da esposa, ficando ela em Patos e ele em Lagoa Grande com o irmão Sinhô Pereira.

17º Filho:  Aureliano Pereira da Silva (#13414)
Nascimento:  em: 
Idade: 

18º Filho:  Antônio Pereira da Silva Barros (#17882)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Notas:  (Antônio da Passagem do Meio).

19º Filho:  Sebastião Pereira da Silva (#13415)
Nascimento:  20-01-1896 em:  Vila Bela, PE
Falecimento:  21-08-1979 em:  Lagoa Grande, MG
Idade:  83 anos, 7 meses e 1 dia, em 21-08-1979.
Notas:  (Sinhô Pereira). O caçula de 22 irmãos. Entrou para o cangaço, com a aquiescência da família, no ano de 1916, após a morte do irmão NÉ DADU. Formou bando para executar vindita contra alguns membros da família Carvalho. Foi um dos maiores expoentes na história do cangaço. Abandonou a luta no ano de 1922, indo para Goiás, deixando o bando na chefia de Lampião. (por Jorge Remígio). Em entrevista dada a Luiz Conrado de Lorena e Sá, em 1971, respondendo à pergunda "Por que Virgulino Ferreira da Silva ganhou o apelido de Lampião?", Sinhô Pereira respondeu: "Num combate, à noite, na fazenda Quixaba, o nosso companheiro Dé Araújo comentou que a boca do rifle de Virgulino mais parecia um lampião. Eu reclamei, dizendo que munição era adquirida a duras penas. Desse episódio resultou o Lampião que aterrorizou o Nordeste.". Dé Araújo era o apelido de Manoel Cavalcanti de Araújo (ou Rodrigo de Souza Nogueira, nome que adotou ao sair do cangaço), filho de João Antônio de Souza Araújo e Pacífica Benvinda Cavalcanti de Albuquerque. Sinhô Pereira foi considerado o maior inimigo dos Carvalhos. Era conhecido em Lagoa Grande-MG, como Francisco Maranhão e Chico Maranhão. Viveu maritalmente com Alina Araújo.

  • É possível saber as relações de parentesco entre duas pessoas quaisquer deste site. Para isso, é necessário memorizar o nome de uma das pessoas e seguir as instruções seguintes:
  • No momento, não há nenhum nome memorizado.
  • Para memorizar o nome de Manoel Pereira da Silva e Sá, clique aqui.
  • Você pode também memorizar e verificar o parentesco clicando em Memorizar e Parentesco na barra de menus.

 
   
Início da Página Dados disponibilizados por Magno José de Sá Araújo © - e-mail: Magno José de Sá Araújo