Início | Sobrenomes | Fotos | Livros | Outras Famílias
Fale Comigo   
Famílias
Sertanejas
Localização de pessoas 
   
  Memória: Nenhum nome memorizado. Terça-Feira, 22-10-2019  

Anna Amélia Brasileira

Gráfico dos Ancestrais | Gráfico 5 gerações | Ancestrais | Descendentes | Memorizar | Parentesco | Corrigir
Nome:  Anna Amélia Brasileira (#19043)
Nascimento:  em: 
Idade: 

Filhos com
Nome:  José Paulino Rodrigues de Barros (#19041)
Nascimento:  em: 
Idade: 
Pai:  José Felix Rodrigues
Mãe:  Maria da Conceição
Notas:  Nasceu nos últimos anos da segunda década do século passado, em São Miguel, hoje município de Serra Talhada. Negociante em Floresta, o capitão foi o responsável pela construção de um açude que ficava ao poente da vila e que seria citado por Pereira da Costa em seus Anais (v. Francisco Alves de Carvalho). Esse açude, que muitos anos depois seria conhecido como “o açude de Manoel Olímpio”, serviu por muito tempo como praia aos florestanos. Com o envolvimento de Nogueira Paz na Rebelião da Serra Negra, o capitão José Paulino juntou-se aos amigos Serafim de Souza Ferraz e José Rodrigues de Moraes, tomando parte ativa nas lutas então travadas. Na vila, o capitão constituiu família. Casou-se com uma mulher da família Carvalho, de quem mais tarde se separou. Dessa união nasceu um filho, João Nepomuceno de Barros, que se tornaria conhecido por maestro João Paulino. Com sua segunda mulher, Anna Amélia Brasileira, o capitão José Paulino deixou mais cinco filhos. (Do livro de Leonardo Gominho, Floresta - uma Terra, um Povo).

1º Filho:  Agripiniano Barros (#19044)
Nascimento:  31-01-1862 em:  Tacaratu, PE
Falecimento:  06-04-1933 em: 
Idade:  71 anos, 2 meses e 6 dias, em 06-04-1933.
Profissão:  Professor de português, matemática, desenho técnico e à mão livre, musica, pintura. Fotógrafo, poeta
Notas:  Grande pintor, residia na Bahia, onde foi músico e exerceu o magistério na Escola de Belas Artes. Foi quem pintou o quadro que mais tarde seria copiado por Clóvis Novaes e que retratava a vila de Floresta nos últimos anos do século passado. (Dados obtidos do livro de Leonardo Gominho, Floresta - uma Terra, um Povo).

Aos sete de idade deslocou-se para Salvador-BA almejando aperfeiçoar os seus dotes artísticos, pois nesta capital existiam instituições apropriadas e um tio, que o abrigou. Comerciante abastado, possuía uma loja de ferragens na Cidade Baixa e um sobrado de cinco andares na Ladeira da Saúde.

Foi um dos fundadores do Instituto de Música de Salvador-BA. Maestro da Orquestra Symphonica de Salvador-BA. Professor da Escola de Aprendizes de Marinheiro de Salvador-Ba e da Escola Normal de Salvador-BA.

2º Filho:  Alfredo Barros (#2271)
Nascimento:  08-01-1865 em:  Tacaratu, PE
Falecimento:  15-05-1910 em: 
Idade:  45 anos, 4 meses e 7 dias, em 15-05-1910.
Profissão:  Farmacêutico

3º Filho:  Afonso Barros (#19052)
Nascimento:  23-07-1866 em:  Tacaratu, PE
Idade: 

4ª Filha:  Maria da Conceição (#19054)
Nascimento:  08-04-1868 em:  Floresta, PE
Idade: 

5ª Filha:  Isabel Emília de Menezes (#19058)
Nascimento:  19-11-1869 em:  Floresta, PE
Falecimento:  15-12-1945 em: 
Idade:  76 anos e 26 dias, em 15-12-1945.

  • É possível saber as relações de parentesco entre duas pessoas quaisquer deste site. Para isso, é necessário memorizar o nome de uma das pessoas e seguir as instruções seguintes:
  • No momento, não há nenhum nome memorizado.
  • Para memorizar o nome de Anna Amélia Brasileira, clique aqui.
  • Você pode também memorizar e verificar o parentesco clicando em Memorizar e Parentesco na barra de menus.

 
   
Início da Página Dados disponibilizados por Magno José de Sá Araújo © - e-mail: Magno José de Sá Araújo