Início | Sobrenomes | Fotos | Livros | Outras Famílias
Fale Comigo   
Famílias
Sertanejas
Localização de pessoas 
   
  Memória: Nenhum nome memorizado. Quarta-Feira, 5-8-2020  

Relação dos Ancestrais de
Maria Sá Roriz

1 - Maria Sá Roriz - (filha de 2 - Otoni de Sá Roriz e 3 - Felicidade de Sá Roriz) (Santinha).

Pais

2 - Otoni de Sá Roriz - (filho de 4 - Belarmino Gomes de Sá Roriz e 5 - Jacinta Auta de Alencar Araripe) (Sazinho).
3 - Felicidade de Sá Roriz - (filha de 6 - Francisco Gomes de Sá Roriz e 7 - Maria Gomes dos Santos de Sá Roriz) (Dadinha).

Avós

4 - Belarmino Gomes de Sá Roriz - (filho de 8 - Antônio Gomes de Sá Roriz e 9 - Ana Etelvina Ramalho Silva) Coronel. Conhecido como Papai Belo.
5 - Jacinta Auta de Alencar Araripe - (filha de 10 - Manuel da Cruz Rosa Carvalho e 11 - Bárbara Auta d'Alencar)
6 - Francisco Gomes de Sá Roriz - (filho de 12 - Antônio Gomes de Sá Roriz e 13 - Ana Etelvina Ramalho Silva)
7 - Maria Gomes dos Santos de Sá Roriz - (filha de 14 - Antônio Urbano)

Bisavós

8 - Antônio Gomes de Sá Roriz Da Canoa.
9 - Ana Etelvina Ramalho Silva - (filha de 18 - Vitorino Pinto da Silva e 19 - Sebastiana Ramalho)
10 - Manuel da Cruz Rosa Carvalho - (filho de 20 - Antônio da Cruz Neves Júnior e 21 - Jacinta Xavier da Silveira)
11 - Bárbara Auta d'Alencar - (filha de 22 - João Gonçalves Pereira de Alencar e 23 - Luiza Xavier de Carvalho)
12 - Antônio Gomes de Sá Roriz (Mesma pessoa de nº 8)
13 - Ana Etelvina Ramalho Silva - (filha de 26 - Vitorino Pinto da Silva e 27 - Sebastiana Ramalho) (Mesma pessoa de nº 9)
14 - Antônio Urbano Da Chapada.

Trisavós

18 - Vitorino Pinto da Silva (*1754) - (filho de 36 - Manoel Lopes Diniz e 37 - Maria de Barros da Silveira) Batizou-se com 2 anos na Capela do Brejo do Pajeú, tendo com padrinhos Bartolomeu de Souza Ferraz e Margarida de Barros.
19 - Sebastiana Ramalho - (filha de 38 - Manoel Pinto Ramalho)
20 - Antônio da Cruz Neves Júnior - (filho de 40 - Antônio da Cruz Neves e 41 - Maria Vieira de Jesus)
21 - Jacinta Xavier da Silveira Também consta seu nome como Jacinta Xavier de Vasconcelos.
22 - João Gonçalves Pereira de Alencar (*27-01-1783) - (filho de 44 - José Gonçalves dos Santos e 45 - Bárbara Pereira de Alencar)
23 - Luiza Xavier de Carvalho
26 - Vitorino Pinto da Silva (*1754) - (filho de 52 - Manoel Lopes Diniz e 53 - Maria de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 18)
27 - Sebastiana Ramalho - (filha de 54 - Manoel Pinto Ramalho) (Mesma pessoa de nº 19)

Tetravós

36 - Manoel Lopes Diniz (*17-01-1709, +07-12-1796) - (filho de 72 - Bento Lopes e 73 - Águeda Maria Diniz) De Santo André de Marecos, no Conselho de Penafiel, cidade e bispado do Porto, Portugal. Fundador da Fazenda Panela d'Água, em Floresta do Navio. Diz-se que descendente do 6º Rei de Portugal, o Rei Lavrador, D. Diniz (filho de Afonso III e Beatriz de Castela), casado com Isabel de Aragão, a Rainha Santa (canonizada pela Igreja Católica como Santa Isabel). Foi sepultado na Igreja do Rosário, em Floresta-PE (1796).

Panela D'água era uma antiga fazenda de gado situada ao Leste da Serra do Arapuá no Sertão do Pajeú, arrendada em 1756 ao morgado da Casa da Torre na Bahia, e pertencente à Francisco Garcia D'Avila Pereira e Aragão proprietário destas terras na Provincia de Pernambuco, pelo portugues Manoel Lopes Diniz e posteriormente comprada por seu filho José Lopes Diniz.
37 - Maria de Barros da Silveira - (filha de 74 - João Pinto Leal e 75 - Maria de Barros da Silveira)
38 - Manoel Pinto Ramalho
40 - Antônio da Cruz Neves (*1740, +1834) - (filho de 80 - Manuel da Cruz Neves e 81 - Joana Fagundes de Sousa) Tenente. "Tonico da Serra do Mato", tronco comum dos Cruz Neves, Pereira Neves e Cruz Sampaio de Jardim-CE e sertões de Pernambuco.
41 - Maria Vieira de Jesus
44 - José Gonçalves dos Santos (+06-11-1805) - (filho de 88 - Carlos José dos Santos) Capitão.
45 - Bárbara Pereira de Alencar (*11-02-1760, +28-08-1832) - (filha de 90 - Joaquim Pereira de Alencar e 91 - Teodora Rodrigues da Conceição) A Heroína do Crato. Foi sepultada na Capela de Poço de Pedras, hoje Itaguar - Município de São Mateus-Ceará.
52 - Manoel Lopes Diniz (*17-01-1709, +07-12-1796) - (filho de 104 - Bento Lopes e 105 - Águeda Maria Diniz) (Mesma pessoa de nº 36)
53 - Maria de Barros da Silveira - (filha de 106 - João Pinto Leal e 107 - Maria de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 37)
54 - Manoel Pinto Ramalho (Mesma pessoa de nº 38)

Pentavós

72 - Bento Lopes (*05-06-1671, +1740) - (filho de 144 - Gaspar Lopes e 145 - Catarina Teixeira) Morava no lugar da Reigada, em Santo André de Marecos, bispado do Porto, Portugal.
73 - Águeda Maria Diniz (*05-02-1681, +1743) - (filha de 146 - Manoel Dias e 147 - Ana Diniz) Da freguesia de Santos Andredo Marrocos, norte de Portugal (ou África).
74 - João Pinto Leal (+Sim) Alferes.
75 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 150 - Manoel de Souza da Rocha e 151 - Feliciana de Barros da Silveira) Também consta como Maria da Silveira Barros.
80 - Manuel da Cruz Neves Sargento-mor. Foi o primeiro CRUZ NEVES a chegar no Nordeste e no Brasil.
81 - Joana Fagundes de Sousa - (filha de 162 - Manoel de Barros e Sousa e 163 - Joana Fagundes da Silveira) Originária de Sergipe e radicada em Santo Antônio de Pambú-BA.
88 - Carlos José dos Santos
90 - Joaquim Pereira de Alencar - (filho de 180 - Leonel Pereira de Alencar Rego e 181 - Maria de Assunção de Jesus Pereira)
91 - Teodora Rodrigues da Conceição - (filha de 183 - Antônia Pereira Rosa)
104 - Bento Lopes (*05-06-1671, +1740) - (filho de 208 - Gaspar Lopes e 209 - Catarina Teixeira) (Mesma pessoa de nº 72)
105 - Águeda Maria Diniz (*05-02-1681, +1743) - (filha de 210 - Manoel Dias e 211 - Ana Diniz) (Mesma pessoa de nº 73)
106 - João Pinto Leal (+Sim) (Mesma pessoa de nº 74)
107 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 214 - Manoel de Souza da Rocha e 215 - Feliciana de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 75)

Hexavós

144 - Gaspar Lopes (*09-01-1640, +1675) - (filho de 288 - Manoel Francisco Lopes e 289 - Maria Antônia) Moravam em Santo Estêvão de Oldrões, bispado do Porto, Portugal.
145 - Catarina Teixeira (*1642, +1696) - (filha de 290 - Gonçalo Teixeira e 291 - Maria Francisca)
146 - Manoel Dias (+1691) - (filho de 292 - Gaspar Dias e 293 - Maria Dias) Morava em Santo André de Marecos, bispado do Porto, Portugal.
147 - Ana Diniz (*14-05-1637, +1712) - (filha de 294 - Domingos Gonçalves e 295 - Francisca Diniz)
150 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) Capitão. Arrendou a fazenda Tacoatiara, no lado pernambucano do rio São Francisco, no termo de Tacaratú.
151 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759)
162 - Manoel de Barros e Sousa Vindo para o Brasil, radicou-se em Sergipe.
163 - Joana Fagundes da Silveira
180 - Leonel Pereira de Alencar Rego - (filho de 360 - Martinho Pereira do Rego e 361 - Dorotéa de Alenquer) Tronco de todos os Alencar do Brasil. Faleceu com 108 anos.
181 - Maria de Assunção de Jesus Pereira - (filha de 362 - Manuel Pereira da Silva e 363 - Joaquina Pereira) Faleceu com 98 anos.
183 - Antônia Pereira Rosa
208 - Gaspar Lopes (*09-01-1640, +1675) - (filho de 416 - Manoel Francisco Lopes e 417 - Maria Antônia) (Mesma pessoa de nº 144)
209 - Catarina Teixeira (*1642, +1696) - (filha de 418 - Gonçalo Teixeira e 419 - Maria Francisca) (Mesma pessoa de nº 145)
210 - Manoel Dias (+1691) - (filho de 420 - Gaspar Dias e 421 - Maria Dias) (Mesma pessoa de nº 146)
211 - Ana Diniz (*14-05-1637, +1712) - (filha de 422 - Domingos Gonçalves e 423 - Francisca Diniz) (Mesma pessoa de nº 147)
214 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) (Mesma pessoa de nº 150)
215 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759) (Mesma pessoa de nº 151)

Heptavós

288 - Manoel Francisco Lopes (*1600, +1674) - (filho de 576 - Gaspar Francisco e 577 - Catarina Lopes) Moravam em Santa Maria de Perozelo, bispado do Porto, Portugal.
289 - Maria Antônia (+1655) - (filha de 578 - Francisco Diniz e 579 - Maria Dias)
290 - Gonçalo Teixeira (*16-01-1606, +1694) - (filho de 580 - Antônio Teixeira e 581 - Maria Dias) Moravam em Santo Estêvão de Oldrões, bispado do Porto, Portugal.
291 - Maria Francisca (*21-03-1618, +1654) - (filha de 582 - Francisco Fernandes e 583 - Violante Gonçalves)
292 - Gaspar Dias (+1667) Morava em Santo André de Marecos, bispado do Porto, Portugal.
293 - Maria Dias (+1699)
294 - Domingos Gonçalves (+1664) Residia na Reigada, Santo André de Marecos, bispado do Porto, Portugal.
295 - Francisca Diniz (+1675)
360 - Martinho Pereira do Rego
361 - Dorotéa de Alenquer - (filha de 722 - Ricardo de Alenquer e 723 - Isabel Pereira)
362 - Manuel Pereira da Silva (*1725) - (filho de 724 - Antônio Pereira da Silva e 725 - Maria Pereira da Silva) Da Fazenda Carnaúba, em Geremoabo, Estado da Bahia. Desembarcou em Salvador na primeira metade do século XVIII, vindo de Portugal. Na mesma caravela, vieram também quatro irmãos portugueses de nomes Marta, Alexandre, João Francisco (o caçula) e Leonel de Alencar Rego, que viera mais tarde a se casar com sua filha Maria da Assunção.

Manuel ou Manoel, migrou para o brasil via Salvador e encaminhou-se para as sesmarias dos Inhamuns no Ceará. Em 1777, fugindo da grande seca, subiu a serra do icó e instalou se em Russas onde fundou a vila de São Cosme e Damião, vindo a chamar se mais tarde de Pereiro (divisa com o RN), em sua homenagem. Da mesma forma a serra recebeu o nome de serra dos Pereiros.
Outras fontes referem se a Manuel Pereira do Canto , que obedece a mesma história, porém o põe CASADO com a Sra. Catarina Cardosa da Rocha Resende Macrina [#43654] , segunda esposa de Francisco Alves Feitosa (#43655) mãe em algumas fontes de José Pereira da Silva (#4340) e Antônio Pereira de Souza (#56750).
Algumas fontes Relatam que Catarina Macrina trouxe outros filhos do leito de Manuel Pereira do Canto (Silva), dentre eles Antônio Pereira da Silva que posteriormente instala se na divisa de PE e BA. Quanto ao Capitão Zezinho, segundo tradição oral, homem calado que falava pouco das origens, após desavença com o Coronel Francisco Feitosa, tomou rumo a barranca do Pajeú das Flores, e daí sabe se toda história até a fundação de Serra Talhada.
Fica ainda no Vácuo a correlação sabida da Sra. Maria de Assunção de Jesus Pereira (#5933) que casou se com Leonel Pereira de Alencar (Alenquer) do Rego (#6197) que teve na família títulos de nobreza negados por ter sangue de cristão novo convertido.
Leonel foi companheiro de viagem de Manuel Pereira para o Brasil, e desposou sua filha Maria de Assunção de Jesus Pereira (#5933) que deu origem ao clã dos Alencar do Rego de Exu, tornando se figura imponente na história, tendo o nome Pereira ofuscado. Contudo daí comprova se a parentela do Pereiras do Pajeu aos Alencar do Rego, junção que trás na história uma herança de sangue terrível, porém trás a fundação de tês cidades: Serra Talhada, Pereiro (PE) e Catarina no Ceará
Fonte: José Lacet de Lima Junior.
363 - Joaquina Pereira
416 - Manoel Francisco Lopes (*1600, +1674) - (filho de 832 - Gaspar Francisco e 833 - Catarina Lopes) (Mesma pessoa de nº 288)
417 - Maria Antônia (+1655) - (filha de 834 - Francisco Diniz e 835 - Maria Dias) (Mesma pessoa de nº 289)
418 - Gonçalo Teixeira (*16-01-1606, +1694) - (filho de 836 - Antônio Teixeira e 837 - Maria Dias) (Mesma pessoa de nº 290)
419 - Maria Francisca (*21-03-1618, +1654) - (filha de 838 - Francisco Fernandes e 839 - Violante Gonçalves) (Mesma pessoa de nº 291)
420 - Gaspar Dias (+1667) (Mesma pessoa de nº 292)
421 - Maria Dias (+1699) (Mesma pessoa de nº 293)
422 - Domingos Gonçalves (+1664) (Mesma pessoa de nº 294)
423 - Francisca Diniz (+1675) (Mesma pessoa de nº 295)

Octavós

576 - Gaspar Francisco - (filho de 1152 - Francisco Jorge e 1153 - Margarida Alves)
577 - Catarina Lopes - (filha de 1154 - Gonçalo Lopes e 1155 - Margarida Alves)
578 - Francisco Diniz (+1628)
579 - Maria Dias (+1610)
580 - Antônio Teixeira (*SEC XVI, +1658) Padre. Foi cura em Santiago de Valpedre, Porto - Portugal, entre 1603 e 1605, e vigário de São Miguel de Arcozelo, bispado do Porto, Portugal, entre 1622 e 1658.
581 - Maria Dias
582 - Francisco Fernandes (+1670) Residia em Santo Estêvão de Oldrões, bispado do Porto, Portugal.
583 - Violante Gonçalves (+1659)
722 - Ricardo de Alenquer
723 - Isabel Pereira
724 - Antônio Pereira da Silva
725 - Maria Pereira da Silva
832 - Gaspar Francisco - (filho de 1664 - Francisco Jorge e 1665 - Margarida Alves) (Mesma pessoa de nº 576)
833 - Catarina Lopes - (filha de 1666 - Gonçalo Lopes e 1667 - Margarida Alves) (Mesma pessoa de nº 577)
834 - Francisco Diniz (+1628) (Mesma pessoa de nº 578)
835 - Maria Dias (+1610) (Mesma pessoa de nº 579)
836 - Antônio Teixeira (*SEC XVI, +1658) (Mesma pessoa de nº 580)
837 - Maria Dias (Mesma pessoa de nº 581)
838 - Francisco Fernandes (+1670) (Mesma pessoa de nº 582)
839 - Violante Gonçalves (+1659) (Mesma pessoa de nº 583)

Eneavós (9º avós)

1152 - Francisco Jorge
1153 - Margarida Alves (+1632)
1154 - Gonçalo Lopes (+1631)
1155 - Margarida Alves (+1613)
1664 - Francisco Jorge (Mesma pessoa de nº 1152)
1665 - Margarida Alves (+1632) (Mesma pessoa de nº 1153)
1666 - Gonçalo Lopes (+1631) (Mesma pessoa de nº 1154)
1667 - Margarida Alves (+1613) (Mesma pessoa de nº 1155)

Total de Ancestrais: 109
Nota explicativa da numeração: A primeira pessoa da relação tem sempre o número '1'. Em seguida, cada pessoa do sexo masculino tem um número par, que é calculado multiplicando-se o número de seu filho por 2. As pessoas do sexo feminino, por sua vez, têm um número ímpar, que é calculado somando-se 1 ao número do seu marido. Exemplo: O pai da pessoa de número 3 é a de número 6 (3 x 2) e a sua mãe é a pessoa de número 7 (2 x 3 + 1).
 
   
Início da Página Dados disponibilizados por Magno José de Sá Araújo © - e-mail: Magno José de Sá Araújo