Início | Sobrenomes | Fotos | Livros | Outras Famílias
Fale Comigo   
Famílias
Sertanejas
Localização de pessoas 
   
  Memória: Nenhum nome memorizado. Sexta-Feira, 10-7-2020  

Relação dos Ancestrais de
Hilano Rodrigo Ferraz dos Santos

1 - Hilano Rodrigo Ferraz dos Santos (*17-10-1985) - (filho de 2 - Jason Moreno dos Santos e 3 - Edna Nogueira Ferraz)

Pais

2 - Jason Moreno dos Santos
3 - Edna Nogueira Ferraz (*07-11-1954) - (filha de 6 - Clorivaldo Ferraz e 7 - Neli Nogueira Ferraz)

Avós

6 - Clorivaldo Ferraz - (filho de 12 - Filemon de Souza Ferraz e 13 - Olímpia Ferraz)
7 - Neli Nogueira Ferraz

Bisavós

12 - Filemon de Souza Ferraz - (filho de 24 - Serafim de Souza Ferraz e 25 - Ana Benigna de Souza Ferraz)
13 - Olímpia Ferraz - (filha de 26 - Serafim Ferraz de Souza)

Trisavós

24 - Serafim de Souza Ferraz (+30-10-1908) - (filho de 48 - Antônio Serafim de Souza Ferraz e 49 - Constança Rufina Gomes de Souza Ferraz) Conhecido como Serafim do Bigodão.
25 - Ana Benigna de Souza Ferraz (*1865, +1919) - (filha de 50 - Manoel Ferraz de Souza e 51 - Pacífica Maria de Souza Ferraz)
26 - Serafim Ferraz de Souza (*1869, +09-01-1909) - (filho de 52 - Manoel Ferraz de Souza e 53 - Pacífica Maria de Souza Ferraz)

Tetravós

48 - Antônio Serafim de Souza Ferraz (*1836, +1872) - (filho de 96 - Serafim de Souza Ferraz e 97 - Margarida de Souza e Silva) Tenente-Coronel. (Coronel Totonho da Serra Branca). Pelo Decreto Imperial de 10.4.1868, foi nomeado Tenente Coronel Chefe do Estado Maior do Comando Superior da Guarda Nacional dos Municípios de Tacaratu e Floresta, PE.
49 - Constança Rufina Gomes de Souza Ferraz - (filha de 98 - Alexandre Rufino Gomes e 99 - Maria da Silva da Purificação)
50 - Manoel Ferraz de Souza (*1834, +1875) - (filho de 100 - Serafim de Souza Ferraz e 101 - Margarida de Souza e Silva) Tenente-coronel e Político. Foi vice-presidente da Câmara municipal da vila restaurada em 1865. Estabeleceu-se na Ema.
51 - Pacífica Maria de Souza Ferraz (+16-07-1894) - (filha de 102 - João Pereira da Silva e 103 - Joana de Souza Ferraz)
52 - Manoel Ferraz de Souza (*1834, +1875) - (filho de 104 - Serafim de Souza Ferraz e 105 - Margarida de Souza e Silva) (Mesma pessoa de nº 50)
53 - Pacífica Maria de Souza Ferraz (+16-07-1894) - (filha de 106 - João Pereira da Silva e 107 - Joana de Souza Ferraz) (Mesma pessoa de nº 51)

Pentavós

96 - Serafim de Souza Ferraz (*1804, +02-12-1867) - (filho de 192 - Antônio de Souza Ferraz e 193 - Margarida Maria da Silveira) Tenente-coronel. Herdou 1/4 de legua de terras da Fazenda Navio, onde nasceu, viveu e morreu. Foi um dos chefes da "Revolução da Serra Negra" (1849-1850), sendo preso em 1850, conseguindo anistia. Por decreto de D. Pedro II, de 14/3/1860, recebeu o título de Oficial da Ordem da Rosa, cujo juramento se deu em 8/5/1862, no Palácio Imperial do Rio de Janeiro, sendo Procurador o Dr. José Ildefonso de Souza Ramos, presidente da província que lhe concedera anistia em 1850. Foi o líder da emancipação política de Floresta tendo sido o primeiro Presidente da Câmara municipal em 1846. Era chefe liberal na região.
97 - Margarida de Souza e Silva (*1804, +27-06-1878) - (filha de 194 - Francisco da Silva Leal e 195 - Maria de Souza da Silveira) Conhecida como Guida.
98 - Alexandre Rufino Gomes (*1804, +1858) - (filho de 196 - José da Fonseca e 197 - Quitéria Maria) Tenente. Foi vereador na primeira Câmara Municipal da vila de Floresta, em 1846.
99 - Maria da Silva da Purificação (*1807, +1862) - (filha de 198 - Francisco da Silva Leal e 199 - Maria de Souza da Silveira) (Mariazinha).
100 - Serafim de Souza Ferraz (*1804, +02-12-1867) - (filho de 200 - Antônio de Souza Ferraz e 201 - Margarida Maria da Silveira) (Mesma pessoa de nº 96)
101 - Margarida de Souza e Silva (*1804, +27-06-1878) - (filha de 202 - Francisco da Silva Leal e 203 - Maria de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 97)
102 - João Pereira da Silva (+21-02-1897) - (filho de 204 - Clemente Freire da Silva e 205 - Maria Gomes de Sá) (Janjão da Ilha Grande). Janjão assinava JOAO FREIRE DA SILVA. Mudou o nome quando saiu da região do São Francisco, após uma questão do qual sua família se envolveu, indo ele para a região da Fazenda Algodões, por volta de 1845.
103 - Joana de Souza Ferraz (*1824) - (filha de 206 - Manoel de Souza Ferraz e 207 - Clara Maria da Fonseca Moura)
104 - Serafim de Souza Ferraz (*1804, +02-12-1867) - (filho de 208 - Antônio de Souza Ferraz e 209 - Margarida Maria da Silveira) (Mesma pessoa de nº 96)
105 - Margarida de Souza e Silva (*1804, +27-06-1878) - (filha de 210 - Francisco da Silva Leal e 211 - Maria de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 97)
106 - João Pereira da Silva (+21-02-1897) - (filho de 212 - Clemente Freire da Silva e 213 - Maria Gomes de Sá) (Mesma pessoa de nº 102)
107 - Joana de Souza Ferraz (*1824) - (filha de 214 - Manoel de Souza Ferraz e 215 - Clara Maria da Fonseca Moura) (Mesma pessoa de nº 103)

Hexavós

192 - Antônio de Souza Ferraz - (filho de 384 - Dâmaso de Souza Ferraz e 385 - Joana Batista de Souza da Silveira)
193 - Margarida Maria da Silveira - (filha de 386 - Thomé de Souza Ferraz e 387 - Anna Maria do Nascimento)
194 - Francisco da Silva Leal (*1760, +1826) - (filho de 388 - Joaquim de Almeida da Silva Leal e 389 - Maria da Silva)
195 - Maria de Souza da Silveira - (filha de 390 - Dâmaso de Souza Ferraz e 391 - Joana Batista de Souza da Silveira) Conhecida como Mãe Grande dos Paus Pretos. Foi a tereceira esposa do viúvo Francisco da Silva Leal da Fazenda Paus Pretos, onde funcionou, no começo do século XIX, um Cartório de Notas da Povoação de Fazenda Grande, sob a orientação de seu filho Manoel da Silva Leal.
196 - José da Fonseca Era irmão de Antônio da Fonseca que casou na Bahia, deixando a família Fonseca de Rodelas e adjacências.
197 - Quitéria Maria - (filha de 394 - Anacleto Gomes de Sá e 395 - Joana)
198 - Francisco da Silva Leal (*1760, +1826) - (filho de 396 - Joaquim de Almeida da Silva Leal e 397 - Maria da Silva) (Mesma pessoa de nº 194)
199 - Maria de Souza da Silveira - (filha de 398 - Dâmaso de Souza Ferraz e 399 - Joana Batista de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 195)
200 - Antônio de Souza Ferraz - (filho de 400 - Dâmaso de Souza Ferraz e 401 - Joana Batista de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 192)
201 - Margarida Maria da Silveira - (filha de 402 - Thomé de Souza Ferraz e 403 - Anna Maria do Nascimento) (Mesma pessoa de nº 193)
202 - Francisco da Silva Leal (*1760, +1826) - (filho de 404 - Joaquim de Almeida da Silva Leal e 405 - Maria da Silva) (Mesma pessoa de nº 194)
203 - Maria de Souza da Silveira - (filha de 406 - Dâmaso de Souza Ferraz e 407 - Joana Batista de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 195)
204 - Clemente Freire da Silva
205 - Maria Gomes de Sá - (filha de 410 - Zacarias Gomes de Sá e 411 - Catarina Maria da Fonseca Moura)
206 - Manoel de Souza Ferraz (+24-09-1833) - (filho de 412 - Dâmaso de Souza Ferraz e 413 - Joana Batista de Souza da Silveira) Arrendou, em 1819, uma propriedade denominada Algodões, cuja escritura foi confirmada em 12.05.1823. Em suas terras surgiu, em 1917, a povoação denominada Nazaré. Foi o sucessor de Dâmaso no comando político da família, chegando a ser suplente de vereador em Flores. Morreu assassinado por Balbino Alves quando banhava as filhas no riacho São Domingos. Seus descendentes se radicaram em Nazaré.
207 - Clara Maria da Fonseca Moura - (filha de 414 - Antônio José de Moura e 415 - Violante) (ou Clara Maria da Conceição, ou ainda Clara Maria da Penha, conforme registro de matrimônio de Antonio da Costa Araujo, seu neto).
208 - Antônio de Souza Ferraz - (filho de 416 - Dâmaso de Souza Ferraz e 417 - Joana Batista de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 192)
209 - Margarida Maria da Silveira - (filha de 418 - Thomé de Souza Ferraz e 419 - Anna Maria do Nascimento) (Mesma pessoa de nº 193)
210 - Francisco da Silva Leal (*1760, +1826) - (filho de 420 - Joaquim de Almeida da Silva Leal e 421 - Maria da Silva) (Mesma pessoa de nº 194)
211 - Maria de Souza da Silveira - (filha de 422 - Dâmaso de Souza Ferraz e 423 - Joana Batista de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 195)
212 - Clemente Freire da Silva (Mesma pessoa de nº 204)
213 - Maria Gomes de Sá - (filha de 426 - Zacarias Gomes de Sá e 427 - Catarina Maria da Fonseca Moura) (Mesma pessoa de nº 205)
214 - Manoel de Souza Ferraz (+24-09-1833) - (filho de 428 - Dâmaso de Souza Ferraz e 429 - Joana Batista de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 206)
215 - Clara Maria da Fonseca Moura - (filha de 430 - Antônio José de Moura e 431 - Violante) (Mesma pessoa de nº 207)

Heptavós

384 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 768 - Jerônimo de Souza Ferraz e 769 - Nome Desconhecido) Da Fazenda Curralinho. Foi nomeado Capitão dos Forasteiros da Ribeira do Pajeú em 8-09-1780.
385 - Joana Batista de Souza da Silveira
386 - Thomé de Souza Ferraz - (filho de 772 - Jerônimo de Souza Ferraz e 773 - Margarida de Souza da Silveira) Alferes. Foi testemunha na escritura de doacao da Fazenda Grande ao Senhor do Bom Jesus dos Aflitos, em 23.01.1776, onde hoje se encontra a cidade de Floresta, Pernambuco.
387 - Anna Maria do Nascimento (Donana).
388 - Joaquim de Almeida da Silva Leal - (filho de 776 - João Pinto Leal e 777 - Maria de Barros da Silveira)
389 - Maria da Silva
390 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 780 - Jerônimo de Souza Ferraz e 781 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
391 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
394 - Anacleto Gomes de Sá - (filho de 788 - Gomes de Sá e 789 - Gomes de Sá)
395 - Joana Mulata. Alguns dizem que seu nome seria Quitéria ou Rosa.
396 - Joaquim de Almeida da Silva Leal - (filho de 792 - João Pinto Leal e 793 - Maria de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 388)
397 - Maria da Silva (Mesma pessoa de nº 389)
398 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 796 - Jerônimo de Souza Ferraz e 797 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
399 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
400 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 800 - Jerônimo de Souza Ferraz e 801 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
401 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
402 - Thomé de Souza Ferraz - (filho de 804 - Jerônimo de Souza Ferraz e 805 - Margarida de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 386)
403 - Anna Maria do Nascimento (Mesma pessoa de nº 387)
404 - Joaquim de Almeida da Silva Leal - (filho de 808 - João Pinto Leal e 809 - Maria de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 388)
405 - Maria da Silva (Mesma pessoa de nº 389)
406 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 812 - Jerônimo de Souza Ferraz e 813 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
407 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
410 - Zacarias Gomes de Sá - (filho de 820 - Anacleto Gomes de Sá e 821 - Joana) Foi envolvido por Flor "do Ambrósio" na Questão do Sabiucá. Exercia na região forte liderança política.
411 - Catarina Maria da Fonseca Moura - (filha de 822 - Antônio José de Moura e 823 - Violante)
412 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 824 - Jerônimo de Souza Ferraz e 825 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
413 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
414 - Antônio José de Moura A família MENDES DE MOURA originou-se de três portugueses que chegaram na região da ribeira do São Francisco, nas Fazendas Roque e Sabiúca, por volta do século XVIII. Eles foram: CIPRIANO JOSÉ DE MOURA, ANTÔNIO JOSÉ DE MOURA e MARIANO JOSÉ DE MOURA.
415 - Violante - (filha de 830 - Miguel da Fonseca)
416 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 832 - Jerônimo de Souza Ferraz e 833 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
417 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
418 - Thomé de Souza Ferraz - (filho de 836 - Jerônimo de Souza Ferraz e 837 - Margarida de Souza da Silveira) (Mesma pessoa de nº 386)
419 - Anna Maria do Nascimento (Mesma pessoa de nº 387)
420 - Joaquim de Almeida da Silva Leal - (filho de 840 - João Pinto Leal e 841 - Maria de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 388)
421 - Maria da Silva (Mesma pessoa de nº 389)
422 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 844 - Jerônimo de Souza Ferraz e 845 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
423 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
426 - Zacarias Gomes de Sá - (filho de 852 - Anacleto Gomes de Sá e 853 - Joana) (Mesma pessoa de nº 410)
427 - Catarina Maria da Fonseca Moura - (filha de 854 - Antônio José de Moura e 855 - Violante) (Mesma pessoa de nº 411)
428 - Dâmaso de Souza Ferraz - (filho de 856 - Jerônimo de Souza Ferraz e 857 - Nome Desconhecido) (Mesma pessoa de nº 384)
429 - Joana Batista de Souza da Silveira (Mesma pessoa de nº 385)
430 - Antônio José de Moura (Mesma pessoa de nº 414)
431 - Violante - (filha de 862 - Miguel da Fonseca) (Mesma pessoa de nº 415)

Octavós

768 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) Foi o primeiro Ferraz que chegou a outrora FAZENDA GRANDE do Sertão de Pernambuco (depois Vila de Floresta e hoje FLORESTA), à margem direita do lendário Rio Pajeú (afluente seco do "Grande Rio" ou do Rio São Francisco).
769 - Nome Desconhecido
772 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
773 - Margarida de Souza da Silveira (+1801)
776 - João Pinto Leal (+Sim) Alferes.
777 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 1554 - Manoel de Souza da Rocha e 1555 - Feliciana de Barros da Silveira) Também consta como Maria da Silveira Barros.
780 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
781 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
788 - Gomes de Sá
789 - Gomes de Sá
792 - João Pinto Leal (+Sim) (Mesma pessoa de nº 776)
793 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 1586 - Manoel de Souza da Rocha e 1587 - Feliciana de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 777)
796 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
797 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
800 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
801 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
804 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
805 - Margarida de Souza da Silveira (+1801) (Mesma pessoa de nº 773)
808 - João Pinto Leal (+Sim) (Mesma pessoa de nº 776)
809 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 1618 - Manoel de Souza da Rocha e 1619 - Feliciana de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 777)
812 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
813 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
820 - Anacleto Gomes de Sá - (filho de 1640 - Gomes de Sá e 1641 - Gomes de Sá) (Mesma pessoa de nº 394)
821 - Joana (Mesma pessoa de nº 395)
822 - Antônio José de Moura (Mesma pessoa de nº 414)
823 - Violante - (filha de 1646 - Miguel da Fonseca) (Mesma pessoa de nº 415)
824 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
825 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
830 - Miguel da Fonseca Dono da fazenda Santo Amaro Navio.
832 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
833 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
836 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
837 - Margarida de Souza da Silveira (+1801) (Mesma pessoa de nº 773)
840 - João Pinto Leal (+Sim) (Mesma pessoa de nº 776)
841 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 1682 - Manoel de Souza da Rocha e 1683 - Feliciana de Barros da Silveira) (Mesma pessoa de nº 777)
844 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
845 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
852 - Anacleto Gomes de Sá - (filho de 1704 - Gomes de Sá e 1705 - Gomes de Sá) (Mesma pessoa de nº 394)
853 - Joana (Mesma pessoa de nº 395)
854 - Antônio José de Moura (Mesma pessoa de nº 414)
855 - Violante - (filha de 1710 - Miguel da Fonseca) (Mesma pessoa de nº 415)
856 - Jerônimo de Souza Ferraz (+20-05-1770) (Mesma pessoa de nº 768)
857 - Nome Desconhecido (Mesma pessoa de nº 769)
862 - Miguel da Fonseca (Mesma pessoa de nº 830)

Eneavós (9º avós)

1554 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) Capitão. Arrendou a fazenda Tacoatiara, no lado pernambucano do rio São Francisco, no termo de Tacaratú.
1555 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759)
1586 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) (Mesma pessoa de nº 1554)
1587 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759) (Mesma pessoa de nº 1555)
1618 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) (Mesma pessoa de nº 1554)
1619 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759) (Mesma pessoa de nº 1555)
1640 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 788)
1641 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 789)
1646 - Miguel da Fonseca (Mesma pessoa de nº 830)
1682 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) (Mesma pessoa de nº 1554)
1683 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759) (Mesma pessoa de nº 1555)
1704 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 788)
1705 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 789)
1710 - Miguel da Fonseca (Mesma pessoa de nº 830)

Total de Ancestrais: 151
Nota explicativa da numeração: A primeira pessoa da relação tem sempre o número '1'. Em seguida, cada pessoa do sexo masculino tem um número par, que é calculado multiplicando-se o número de seu filho por 2. As pessoas do sexo feminino, por sua vez, têm um número ímpar, que é calculado somando-se 1 ao número do seu marido. Exemplo: O pai da pessoa de número 3 é a de número 6 (3 x 2) e a sua mãe é a pessoa de número 7 (2 x 3 + 1).
 
   
Início da Página Dados disponibilizados por Magno José de Sá Araújo © - e-mail: Magno José de Sá Araújo