Início | Sobrenomes | Fotos | Livros | Outras Famílias
Fale Comigo   
Famílias
Sertanejas
Localização de pessoas 
   
  Memória: Nenhum nome memorizado. Quinta-Feira, 13-8-2020  

Relação dos Ancestrais de
Darlene Mendes de Almeida

1 - Darlene Mendes de Almeida (*20-04-1973) - (filha de 2 - Bartolomeu Pereira de Almeida e 3 - Teresa Mendes Miano)

Pais

2 - Bartolomeu Pereira de Almeida (*26-05-1947) - (filho de 4 - Nelson Pereira Maniçoba e 5 - Antonia Maria de Almeida Maniçoba)
3 - Teresa Mendes Miano

Avós

4 - Nelson Pereira Maniçoba (*28-04-1917, +29-12-2006) - (filho de 8 - Antônio Pereira Maniçoba e 9 - Rita Gomes de Sá)
5 - Antonia Maria de Almeida Maniçoba (*18-12-1910, +14-01-1996) - (filha de 10 - João Rafael de Almeida e 11 - Maria Inácia da Conceição)

Bisavós

8 - Antônio Pereira Maniçoba (*C.1881) - (filho de 16 - João Pereira e 17 - Cassimira Gomes de Sá)
9 - Rita Gomes de Sá - (filha de 18 - José Florentino da Silva e 19 - Rosenda Gomes de Sá) Conhecida como Ritinha Florentino.
10 - João Rafael de Almeida
11 - Maria Inácia da Conceição

Trisavós

16 - João Pereira - (filho de 32 - David Gomes de Sá e 33 - Inácia Gomes Pereira)
17 - Cassimira Gomes de Sá - (filha de 34 - Francisco Florentino e 35 - Rita Gomes de Sá)
18 - José Florentino da Silva - (filho de 36 - Francisco Florentino e 37 - Rita Gomes de Sá)
19 - Rosenda Gomes de Sá Natural da Freguesia de Santo Antônio da Glória-BA, onde foi exposta na casa de João Pereira da Silva Leal, e criada como filha.

Tetravós

32 - David Gomes de Sá - (filho de 64 - Pedro Gomes de Sá e 65 - uma mulher do Ambrósio)
33 - Inácia Gomes Pereira - (filha de 66 - Deodato Pereira e 67 - Maria Joana Gomes)
34 - Francisco Florentino
35 - Rita Gomes de Sá - (filha de 70 - Zacarias Gomes de Sá e 71 - Catarina Maria da Fonseca Moura)
36 - Francisco Florentino (Mesma pessoa de nº 34)
37 - Rita Gomes de Sá - (filha de 74 - Zacarias Gomes de Sá e 75 - Catarina Maria da Fonseca Moura) (Mesma pessoa de nº 35)

Pentavós

64 - Pedro Gomes de Sá - (filho de 128 - José Gomes de Sá e 129 - Feliciana da Silva da Purificação)
65 - uma mulher do Ambrósio Talvez irmã de Joaninha "do Ambrósio".
66 - Deodato Pereira
67 - Maria Joana Gomes - (filha de 134 - Anacleto Gomes de Sá e 135 - Joana)
70 - Zacarias Gomes de Sá - (filho de 140 - Anacleto Gomes de Sá e 141 - Joana) Foi envolvido por Flor "do Ambrósio" na Questão do Sabiucá. Exercia na região forte liderança política.
71 - Catarina Maria da Fonseca Moura - (filha de 142 - Antônio José de Moura e 143 - Violante)
74 - Zacarias Gomes de Sá - (filho de 148 - Anacleto Gomes de Sá e 149 - Joana) (Mesma pessoa de nº 70)
75 - Catarina Maria da Fonseca Moura - (filha de 150 - Antônio José de Moura e 151 - Violante) (Mesma pessoa de nº 71)

Hexavós

128 - José Gomes de Sá - (filho de 256 - Francisco Gomes de Sá e 257 - Antônia de Souza da Rocha) Capitão-comandante. De Gravatá.
129 - Feliciana da Silva da Purificação - (filha de 258 - Joaquim de Almeida da Silva Leal e 259 - Maria da Silva) (ou Feliciana da Silva Leal). Da Faz. Riacho, situada na embocadura do riacho dos Mandantes, no rio S. Francisco.
134 - Anacleto Gomes de Sá - (filho de 268 - Gomes de Sá e 269 - Gomes de Sá)
135 - Joana Mulata. Alguns dizem que seu nome seria Quitéria ou Rosa.
140 - Anacleto Gomes de Sá - (filho de 280 - Gomes de Sá e 281 - Gomes de Sá) (Mesma pessoa de nº 134)
141 - Joana (Mesma pessoa de nº 135)
142 - Antônio José de Moura A família MENDES DE MOURA originou-se de três portugueses que chegaram na região da ribeira do São Francisco, nas Fazendas Roque e Sabiúca, por volta do século XVIII. Eles foram: CIPRIANO JOSÉ DE MOURA, ANTÔNIO JOSÉ DE MOURA e MARIANO JOSÉ DE MOURA.
143 - Violante - (filha de 286 - Miguel da Fonseca)
148 - Anacleto Gomes de Sá - (filho de 296 - Gomes de Sá e 297 - Gomes de Sá) (Mesma pessoa de nº 134)
149 - Joana (Mesma pessoa de nº 135)
150 - Antônio José de Moura (Mesma pessoa de nº 142)
151 - Violante - (filha de 302 - Miguel da Fonseca) (Mesma pessoa de nº 143)

Heptavós

256 - Francisco Gomes de Sá - (filho de 512 - José Francisco de Seixas e 513 - Custódia Gomes de Sá) Capitão-Comandante. Da Fazenda Riacho, na embocadura do Riacho dos Mandantes no rio S. Francisco, hoje coberta pelas águas da barragem de Itaparica.
257 - Antônia de Souza da Rocha - (filha de 514 - Manoel de Souza da Rocha e 515 - Feliciana de Barros da Silveira)
258 - Joaquim de Almeida da Silva Leal - (filho de 516 - João Pinto Leal e 517 - Maria de Barros da Silveira)
259 - Maria da Silva
268 - Gomes de Sá
269 - Gomes de Sá
280 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 268)
281 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 269)
286 - Miguel da Fonseca Dono da fazenda Santo Amaro Navio.
296 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 268)
297 - Gomes de Sá (Mesma pessoa de nº 269)
302 - Miguel da Fonseca (Mesma pessoa de nº 286)

Octavós

512 - José Francisco de Seixas Capitão-Mor e Juiz Ordinário. Nomeado Tenente da Cia. do Cel. Francº Rodrigues de Figueiredo em 1729; em 1732 Cap. do Regitº da Infantaria da Ordem da Fregª de N. Srª. da Conceição do Rodelas; em 1833 e 1738, Juiz Ordinário da Fregª de N. Srª. da Conceição do Rodelas, em nomeações seqüenciadas, até 1757, quando ainda aparece como Juiz Ordinário de Cabrobó. (Fonte: Nivaldo Carvalho).
513 - Custódia Gomes de Sá - (filha de 1026 - David Gomes de Sá)
514 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) Capitão. Arrendou a fazenda Tacoatiara, no lado pernambucano do rio São Francisco, no termo de Tacaratú.
515 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759)
516 - João Pinto Leal (+Sim) Alferes.
517 - Maria de Barros da Silveira (+Sim) - (filha de 1034 - Manoel de Souza da Rocha e 1035 - Feliciana de Barros da Silveira) Também consta como Maria da Silveira Barros.

Eneavós (9º avós)

1026 - David Gomes de Sá Tenente Coronel.
1034 - Manoel de Souza da Rocha (+1749) (Mesma pessoa de nº 514)
1035 - Feliciana de Barros da Silveira (+1759) (Mesma pessoa de nº 515)

Total de Ancestrais: 59
Nota explicativa da numeração: A primeira pessoa da relação tem sempre o número '1'. Em seguida, cada pessoa do sexo masculino tem um número par, que é calculado multiplicando-se o número de seu filho por 2. As pessoas do sexo feminino, por sua vez, têm um número ímpar, que é calculado somando-se 1 ao número do seu marido. Exemplo: O pai da pessoa de número 3 é a de número 6 (3 x 2) e a sua mãe é a pessoa de número 7 (2 x 3 + 1).
 
   
Início da Página Dados disponibilizados por Magno José de Sá Araújo © - e-mail: Magno José de Sá Araújo